segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Uma boa dose pra afogar a nostalgia


Todo boteco tem seu conforto decadente de dias passados que ja foram melhores, de olhares perdidos no nada mas as mentes fixas no ontem. Seu amigo faz as mesmas piadas escrotas sobre cu e alguma merda dessas cheias de putaria enquanto sua dose parece chegar ao fim mais rápido do que o de costume e o tira-gosto vagabundo como um vira-latas demora a chegar como algum futuro que nunca chegou até vocês. A cada dose amarga como a vida(que não amarga pra todos) o passado vai sendo encharcado e cada vez mais distante vai restando so o agora vazio de uma embriaguez e o anseio de após pagar a conta e apertar a mão do velho amigo e se despedir da melancolia do velho bar que amanhã se torne presente e as doses na mesa sejam sempre frequentes para afogar fantasmas ou simplesmente exaltar o momento como se nada mais do que uma mesa e um papo de velhos parceiros bebendo as horas do hoje longe de ontem e apenas esquecendo o futuro fosse a única coisa a importar durante algumas horas. Pois amanhã seu estomago te lembra que você tem mais um dia pela frente.

3 comentários:

geraldo_2022 disse...

nada melhor que um cara entendido no assunto pra escerver um texto como esse ehehehe, quantas noites de bebedeira hein? e no outro dia teu esmogo te lembra que ainda tem muito pela frente ehehe literatura mais etílica do que essa impossível, valeu!

simone disse...

sei lah.. o alcool nesse momento eh uma forma q se encontra p. vc se preencher p. sair do vazio..

mas tudo d kalker forma eh contraditorio..

MAI TAH

Himmler, Yargo disse...

nostalgia apenas é a lembrança d uma saudade....nda como uma dose pra esquecer das lembraças...xD