segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Rolando na merda


Não posso deixar omitir o quanto me impressionou o FESTIVAL MUNDO desse ano. Um espaço enorme e bonito com um gramado e um palco tão foda que dava até medo. Por um breve momento eu pensei que eram os Rolling Stones ou que tinha voltado no tempo e ia rolar o Woodstock novamente. Nem deu pra conferir todas as bandas do primeiro dia mas o DEAD NOMADS nunca fez um som que é muito a minha, nunca curti o tal hardcore mélodico, já o RETALIAÇÃO é uma banda que me impresionou bastante pela evolução que a banda teve nesses anos de ralação no underground. Pro SCARY MONSTERS eu posso garantir que foi um dos shows mais divertidos, eu particularmente odeio o vocalista deles. Mas deixando as piadas sem graça de lado, gostei do som do pessoal do VITROLA que tinha uma influência de blues e rock'n'roll clássico.VINI 69 e SINKS não me chamaram tanto a atenção e o VAMOZ sempre faz um bom show, pelo menos até agora. Mas o primeiro dia pra mim acabou ai que eu acabei pegando uma carona.
Segundo dia a estréia do MALAQUIAS EM PERIGO com um rock'n'roll rasgado, as doces melodias do PLUMA foram o que me chamou logo atenção no sábado. OS REIS DA COCADA PRETA fizeram um show competente e não se pode negar o carisma que a banda tem junto ao público. O EENCARNADO tem um experimentalismo tenso prestes a explodir mas que teve a apresentação prejudicada por uma queda de energia. O FOSSILl de fortaleza tem uma proposta semelhante com a do EENCARNADO em alguns pontos mas depois de um tempo achei entediante e um tano pretensioso. No lounge rolou o NOVOS E USADOS que faz um som eletrônico que remete ao Kraftwerk,Depeche Mode,boa idéia mas que foi prejudicada pelo som, o vocal tava baixo e não dava pra sacar as letras do duo que é formado por dois ex integrantes do FLÁVIO C, uma das bandas mais legais que existiu por aqui, mas deixando o passado no lugar dele, logo depois no lounge teve uma discotecagem que acabou virando baile funk. Rolou os "pancadão" carioca que fez a festa do povo moderno e descolado que odiava essa porra a uns dois anos atrás mas que agora acha a Tati quebra-barraco um máximo. Só me restou dançar com um amigo meu pra tirar uma ondinha com a situação. Mas essas modinhas indies moderninhas são uma bela bosta dispensável. Agora THE PLAYBOYS caiu como uma luva no palco tocando no mesmo momento da discotecagem com suas letras cheias de sarcasmo e que não poupam ninguém em cima de um punk rock que tem espaço até pra instrumentos de brinquedo. Na sequência o SEM HORAS faz uma boa apresentação mas caio fora e não vejo o tão falado "é cus falsos" pois sem grana pra comer,beber e ainda com a passagem pra casa emprestada e cansado após uma emana sem dormir bem falaram mais alto. Enrolei tanto mas o que quero realmente é saber o porquê do público quase inexistente pra um evento desse porte. Um gado comodista que precisa de um cachorro grande da vida pra sair de casa e participar de algo. Cena com um público assim tão ausente é complicado, pois todo mundo que vai ter saco pra continuar insistindo com banda ou organizando eventos. Se reclama demais de que essa cidade é parada mas pelo jeito o povo lotou foi a feirinha ou ficou em casa vendo zorra total pois só essa é a explicação mais convincente pra explicar tamanha ausência num evento que foi tão foda. Quem não foi perdeu de rolar na grama que inclusive reza a lenda que uma parte além de lama tinha bosta de vaca. Bem com grama ou com bosta isso não importa, eu só posso afirmar que foi um festival divertido e que fez diferença na porra do meu fim de semana sair de casa pra ir até lá. Acho que o grande monte de bosta na história é quem tanto cobra alguma movimentação e quando ela acontece não comparece, não participa e não tem interesse nenhum em conhecer bandas novas, em encarar o novo e insiste em se conformar com a mesmice.

4 comentários:

Clarissa Marinho disse...

Pois é,o povo reclama mas não comparece,não quer curtir o novo.Acho que o povo daqui só gosta mesmo de reclamar.Achei o local otima,estrutura massa,uma coisa Woodstock mesmo,e quem não foi,perdeu!Eu não rolei na lama,mas tb me diverti!hehe

Géssica Medeiros disse...

réééé!
é pra torar a zorba msm!!
sinceramente eu achei que ia encher de gente! mas porra... foi muito pouca! mas o pouco animou pra caralho e foi muuuito bom!
queria ter ido no sabado =/
na sexta eu não vi as ultimas bandas pq estava DORMINDO perto da bosta de vaca ou cavalo, sei lá!
iauhsiuahsuias

;*

harrison disse...

vaquinhas são bichos muito simpáticos; todo mundo deveria criar uma em casa; tenho certeza que nosso mundo seria bem melhor ;]

geraldo_2022 disse...

Achei massa tb apesar de n ter rolado na lama tb ehehe, e vc me lembrou as bandas que eu tinha esquecido e que gostei do som, valeu, até o próximo show do Scary!