quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Uma arma na mão,uma idéia na cabeça


A pacata João Pessoa teve sua tediosa paz abalada pela bombástica possibilidade de um aluno do colégio Motiva cometer uma chacina matando os seus coleguinhas (heheh). O que o motiva(trocadilho infame) a cometer tal ato hediondo segundo o próprio em seu perfil do orkut seriam as chacotas e humilhações que sofria. Não só ele como muitos passaram pelo mesmo e ainda passam,sendo excluídos por serem diferentes da maioria. O aluno encapuzado que assustou pais, a direção do colégio e ainda teve destaque na impressa nacional seria um herói de todos aqueles que se tornaram uma piada? creio que não! já que além de ter cometido o erro típico de um principiante anunciando o que pretendia o que logo irá levar o garoto a uma temporada pra aquela colônia de férias conhecida como cadeia, provando ser ser apenas um moleque mimado querendo chamar atenção. Eu sempre achei que pra matar alguém tem que ter colhões, pois quem quer matar mata! e quem quer chamar atenção usa qualquer merda como desculpa e depois toma coragem e faz, mas n deixa de ser covarde. É a mesma covardia a desse garoto e a de um participante de reality show que acha que fama e dinheiro são boas justificativas pra ser idiota e prender mais idiotas na frente da tv pra não perderem nenhum momento desse circo de humanos de carater disforme. Esses alienados que gravam vídeos,entram em cinemas e começam a atirar ou algo do tipo podem ser imbecis mas a sociedade que os produz é tão imbecil e culpada quanto eles mas quer tirar o cu da reta. Claro que isso não justifica erro de ninguém. Um mundo de incertezas cria assassinos inseguros e não pode esperar cidadões exemplares. O exemplo que temos diariamente é o do ser mais tendo mais e o resto não importa pois tendo você tem o mundo aos seus pés. Matar não é um ato louvável mas assim como o suicídio é algo que deveria ser feito com convicção ao menos mas convicção é uma coisa que está sendo extinta em qualquer ato por essa apatia a tudo que temos em nosso cotidiano modelo de fazer o mesmo porque é certo mas não sabemos porque diabos é certo. Outra coisa engraçada no caso desse aluno projeto de psicopata é que ele é de escola particular e se pode fazer uma ponte a outros casos como o de Suzanne Von Richthofen, assassinos ricos e de boa família. Suzanne é uma prova de que dinheiro e beleza tornam até uma garota que matou os pais em uma celebridade. Se ela não fosse rica e bonita ia sair uma nota, uma matéria curta na mídia em geral pois o preconceito esta vivo e inquieto nesses casos mas todos parecem fazer vista grossa. Pobre,negro e fodido é o estereotipo de um individuo que cometeria tal crime como se o que você tem na porra da sua carteira fizesse diferença. O aluno rico é perturbado e matou todo mundo mas se fosse o pobre era um monstro que fez tudo por sadismo e nada mais. Mas a verdade que não passa em Jota Júnior é que todos podem matar,inclusive esse nefasto apresentador de carnificinas. E somos os culpados por tanto sensacionalismo em cima disso pois ainda continuamos querendo ver os outros serem devorados pelos leões. Todo mundo quer um pedaço do defunto e nos mutilamos o direito alheio de ter ao menos dignidade num momento de tormento e sofrimento que deveria ser algo isolado e não exposto em praça pública. Queremos presas e predadores pois achamos esse espetaculo belo e atraente com todo o seu sangue derramado em vão mas não temos nem a decência de assumir isso. Até agora o garoto Motiva não cumpriu sua promessa e ficou so a ameaça e os dias vão passando e apenas eles terão a resposta se o colégio Motiva será a nova Colombine e João Pessoa terá um novo e macabro ponto turístico. Uma coisa é certa é que ninguém é melhor que esse garoto,pois somos predadores capazes de acabar com tudo a nossa volta pois temos a razão mas somos os piores da cadeia alimentar. Nossa razão é vencer não medindo esforços pra alcançar esse objetivo e isso implica em destruir tudo em volta em nome do desejo egoísta de ter sempre mais.

4 comentários:

Clarissa Marinho disse...

muito bom o texto!
nessa sociedade em q vale mais ter,e ter sempre mais,aqueles que tem,como o menino projeto de assassino,recebem condescendencia(coitado,é um pertubado!),aqueles que não tem,recebem é paulada!
'it´s a mad mad world'como diria juliette(de juliette and the licks!

geraldo_2022 disse...

pode crer, mas quem sabe n seja isso que essa cidade esteja precisando pra ter um pouco mais de diversão, hein?
muito massa o texto, Igor!

Semele disse...

'' Idólatras da tela vermelha '' esta sociedade está minimizando cada vez mais a sua própria capacidade de humanidade .não reconhece-se humano , não! se acontece alguma coisa de boa foi deus quem o fez , ou ruim , o seu adversário tão injustiçado . e a humanidade ? onde fica ? rasteja aos lampejos deste e daquele ?? desculpe-me , mas se morre e se mata ..e bebamos desse caldo !É a truculência da vida , e ainda mais de povo omisso ..além do que o centro de convenções não sairá mesmo , belo roteiro turistico para para aqueles q tem grana e não sabem o que fazer com ela ...

http://beks.my-place.us/blog disse...

Olá, sou de João Pessoa, a cidade da notícia bombástica hehehe acabei achando seu blog, quando estava pesquisando pelo google.
Seu texto é muito bom e gostei bastante do título utilizado. Caiu muito bem :)

Agora, eu acho o seguinte, se ele for realmente um psicopata, ele pode concretizar o plano quando a poeira baixar. Mas também, tem a possibilidade da Policia descobrir que é o aluno anônimo, não é mesmo? Aí, ele pega em bomba. os pais levam um lindo processo do colégio e o Motiva saí da moda e perde metade dos playboys, ops, alunos ;)

Um abraço