terça-feira, 16 de outubro de 2007

This is not a love song

Vocês tem as promessas mas nenhuma certeza
Aquela bela história não parece mais tão bela não é mesmo?
Onde esta o final feliz que tanto ansiava?

Alguma fm insiste naquela canção piegas sobre o afeto entre duas pessoas
Muitos casais apaixonados no meio desse bombardeio
Mas nenhum entende o que esta sentindo

Sera que você é o número um? ou você é a única que ele quer?
A donzela virgem aspirante a Julieta teria se tornado a maior puta da cidade?
E o Romeu seria um porco inútil estático em frente a tv?

A menstruação ou as contas esfriaram as coisas tornando tudo tão distante
Onde esteve a sua cabeça é uma pergunta frequente
O filho único disso tudo foi um fim que certamente é algo inesperado
Mas os filmes,livros e canções pareciam tão reais quando o beijo ainda era quente

(Definitivamente o amor não mora nesse endereço e nem deveria pois as rosas estão
secas e mortas como a cama dividida por dois estranhos ao longo dos anos)

Amargo era o sabor de um beijo confuso banhado em lágrimas
Onde nenhum príncipe encantado num cavalo branco jamais existiu
Reside a porra da humanidade onde o amor fez sua cova

Mas não se deve lamentar pois não existe mal maior que esse
Que consegue criar uma guerra ou uma canção sobre amantes Da mesma forma que consegue se passar por algo relevante

Se todos viverão felizes para sempre depois
Não se pode afirmar
Mas o eterno nunca dura mas o lucro em cima disso tudo Pulsa mais forte que qualquer coração apaixonado. As 5 da manhã com um travesseiro sufocando o que um dia sentiu e pensando no quanto vai economizar no próximo dia dos namorados.

2 comentários:

¤ Polly ¤ disse...

vc escreveu isso pra mim?
rs
parece feito pra Pollyanna
;* perfeitooooooooooo

Clarissa Marinho disse...

muito bom!a insônia gera bons textos,pelo visto!
=)