quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Hoje vai ser uma festa...

Me fale do meu futuro,de todas as oportunidades desprezadas,de como vivo jogando merda no ventilador,de todo o meu potencial desperdiçado, da minha falta de convicção que nunca traz segurança pra quem escuta minhas afirmações,de todo o passado ao qual supostamente sou preso e vivendo em clichês infantis pra minha idade numa fantasia de que meu desdém não será julgado e condenado e logo depois olhe pra mim e diga que vou acabar me tornando uma piada sem graça e que você realmente não quer me ver desse jeito. Então lhe digo família,amigos,igreja e todo mundo que quiser escutar eu realmente não me importo e posso ser todo esse devaneio destrutivo ou simplesmente quem observa pode estar um tanto quanto equivocado como eu mesmo posso estar em tudo que afirmei terem afirmado sobre mim mas o que tem de importante nisso? não importa o que eu sou ou o que vocês todos são, o que importa é cada um viver a porra da sua vida cuspindo pra cima ou não e isso não se trata de arrogância mas sim daquela regrinha que aprendemos quando mais novos de aceitar as diferenças. Mas se não é pra aceitar então eu sugiro que todo mundo comece uma briga cheia de sangue,mortos onde ninguém será poupado pois seria divertido pra caralho ver tudo isso. Eu não quero ser poupado nem pretendo poupar ninguém, portanto vamos nos esfaquear sem cessar.

2 comentários:

Clarissa Marinho disse...

O resumo de tudo é:viva tua vida que eu vou vivendo a minha.
Gostei desse tb!
=)

geraldo_2022 disse...

Pode crer, se as pessoas fossem mais sinceras e aceitassem as diferenças uma das outras esse mundo seria um pouco melhor! Nem que fosse pra gerrear ou esfaquear!