sábado, 3 de novembro de 2007

O finado motivo das coisas

Finados são aqueles que rastejam suas vidas por ruas vestidas de certezas tão certas quanto a porra do vazio presente no seu esqueminha moldado e perfeito de regras que nada valem. O que você fez? conviver sempre exposto a decepções e a decepcionar é sempre um tiro certeiro. O convívio é propicio as ruínas e é sempre tarde demais quando se percebe que sua grana acabou e o copo parece implorar por uma solução com o sabor amargo da verdade a cada gole mais escassa. Nenhum whisky é bom o suficiente assim como eu e você, nunca é o suficiente e todos seguindo a reta ou não estão mortos concientes ou não. E tudo gira sempre nesse mesmo lugar sobre os mesmos assuntos, com textos sobre a lata de lixo e o quanto gostamos de remexer nela, o quanto eu e você somos repetitivos e enfadonhos e cheios de cobranças e expectativas. E a vida passa enquanto tentamos achar uma razão pra contrariar a razão do outro simplesmente por acreditar conhecer o certo,mas o certo a ninguém pertence e a todos sempre entende,pois ele quer que assim todos acreditem que o possuem, mas fique certo que ele não te pertence.Nem a mim.

3 comentários:

¤ Polly ¤ disse...

sera q preciso dizer q vc escreve bem pra caralho?
O que você fez? conviver sempre exposto a decepções e a decepcionar é sempre um tiro certeiro. O convívio é propicio as ruínas e é sempre tarde demais...
cara vsf eu odeio vc
huaahuiahiauhaiuahaiuahui
;*

Clarissa Marinho disse...

vc escreve bem viu?não duvide não!
mais um texto bem alegre e alto astral! kkkkkk

Géssica Medeiros disse...

"Finados são aqueles que rastejam suas vidas por ruas vestidas de certezas tão certas quanto a porra do vazio presente no seu esqueminha moldado e perfeito de regras que nada valem."

eita carai! pra torar a zorba hein?