terça-feira, 13 de novembro de 2007

Dia de pagamento

Hoje é um dia perfeito pra se machucar num paraíso artificial sem nenhum Baudeleire numa estadia no inferno onde nenhum Rimbaud jamais esteve. aquele inferno senil de um suicídio coletivo em numa bela manhã de segunda quando a vida nas metrópoles começam a se manifestar sem nenhum anjo pra lhes guardar. Toda a auto flagelação de sua vida responsável jogada na sua cara como lixo e inerte sem palavras pra descrever tudo que o cerca resta bater o ponto e lembrar da sua carteira assinada que lhe da o direito de obedecer em troca de uns trocados no fim do mês. E um dia as crianças de amanhã irão chorar e vão precisar de comida e você vai transformar seus sonhos em ruínas pois o pesadelo do cotidiano transforma famílias em pequenos cemitérios cheios de planos que mal chegaram a nascer. O jantar ta na mesa mais tarde a mulher na cama o dedo no gatilho e amanhã seu chefe vai receber o pagamento que merece e você vai achar o culpado que sempre quis nessa vida de desculpas.

2 comentários:

geraldo_2022 disse...

um dia perfeito Igor... podes crer, valeu!

Clarissa Marinho disse...

muito bom!
não quero q minha vida seja assim não...