sexta-feira, 19 de agosto de 2011

"Verdades" ordinárias

As afinidades dão o tom
Em pretensas relações entre iguais
Um semelhante banal
Opiniões preguiçosas em dialogar com o contrário
E um caminhar reto pelas motivações tortas

Nossa canção é desafinada
Cada tom deslocado compõe outro fim
Um final premeditado pela incapacidade de lidar com a diferença
Que diferença faz? a gente complica o que de fato é simples
Ninguém quer ser aluno
Todos se acham eternos professores
Vomitando a sabedoria de seus prazeres e suas dores

Essa angústia da perda
Antes mesmo da queda
Ela sufoca sorrateira
Cada dia e vai domando o inquieto desejo
As pessoas querem moldar o futuro amordaçados e acorrentados
O convívio se torna simplório e falso
E as peculiaridades são dizimadas em cada individuo
A beleza de cada falha e acerto pessoal
Dando lugar a um viver uniforme

Lá fora existe um calor que mente e afirma a solidão
E um frio interno se faz presente em todos
A gélida sensação de que o outro é um mero coadjuvante da sua vida
Todos caimos na ruína da hipocrisia
Tornamos o amor uma grande empresa
Sempre no ritmo de qualquer público alvo

Essa vida vadia
Que te rasga a alma
Nunca consegue estar com você por você ser
Seja la o que for
Essa vida vadia
Que te rasga a alma
Não te joga segundas chances mas quer sempre te encaixar em algum jogo
E os dados rolam contra seu tempo
E as horas correm contra o seu sentido
E sentimos a navalha do ego
Ceifar tantos pensamentos divergentes
Deixando jorrar o sangue banal
Igual
Dessa vida vadia
Onde a alma rasgada revela a superficie vaga em essência
E deixa sangrar os sonhos que negamos como possivel realidade

Mas as crianças ainda conseguem sorrir
Aos menos algumas
O segredo delas a muito tempo foi esquecido
E hoje temos a frágil maturidade com todo seu fardo
E ainda temos orgulho em simular essa segurança
Estamos todos perdidos tentando traçar passos ensaiados
Sozinhos no meio de um amontoado de vidas robóticas
A caminho de um futuro adulto
Onde a covardia bate ponto e o salário é a acomodação




5 comentários:

Isabella Mendonça disse...

Trabalho maravilhoso!
Parabéns!

sarah disse...

muito bonito

disse...

I wish more people would write blogs like this that are really fun to read.
Home Security

disse...

I wish more people would write blogs like this that are really fun to read.
Home Security

Gabriela Regina disse...

ÓTIMO TEXTO. Talento é o que não está em falta...

Gabriela Regina [autora do blog ventos felizes(www.gabi-regina.blogspot.com)]